terça-feira, 29 de julho de 2014

Ulisses: um poeta nunca é apenas um poeta..


Ele não é da leva dos poetas de 2010, depois que o conheci. Mas parece que ele é, sim, daqueles grandes poetas de 2010. 

Ele escreve com uma singeleza rara. A poesia é latente. Tem a marca dos bons poetas: arrebata-nos a atenção e é impossível não lê-lo. Ele não passa despercebido.


Poderia compartilhar vários poemas do Ulisses. Escolhi este: 

vigília


você nunca varou a madrugada
como se com aflição do silêncio
o barulho dos seus pensamentos
quisesse acordar a cidade inteira?
nessas horas mais escuras do dia,
as ruas são como cenas congeladas
de um antigo filme em preto e branco.
é como se a Terra tivesse parado de girar
e você esperando o Sol nascer sobre suas mãos.

Ulisses Borges

Nenhum comentário: